Limas Contabilidade
Notícias | LLX e Anglo revisam contrato de movimentação de minério no Açu

Valor Online

A LLX Minas-Rio, subsidiária da LLX, e a Anglo American concluíram a revisão das condições comerciais

A LLX Minas-Rio (LLX MR), subsidiária da LLX, e a Anglo American concluíram hoje a revisão das condições comerciais e operacionais sobre a movimentação de minério de ferro no porto de Açu.

As empresas firmaram um contrato de longo prazo "take-or-pay", com duração de 25 anos, pelo qual a Anglo se compromete a pagar uma tarifa de US$ 7,10 por tonelada de minério embarcada, reajustada anualmente por dois terços do US PPI (Índice de preço ao produtor dos EUA).

A obrigação "take-or-pay" começará no primeiro embarque de minério de ferro pelo porto. Se tal embarque não tiver ocorrido até 1º de julho de 2013, a Anglo será obrigada a arcar com a totalidade do serviço da dívida sênior dos contratos de financiamento da LLX MR.

A Anglo estará sujeita às obrigações de take-or- pay, independentemente dos embarques de minério de ferro, a partir de 1º de julho de 2014. O pagamento da obrigação de take-or-pay será determinado mensalmente e será baseado no volume anual de 26,5 milhões de toneladas em base natural.

O contrato deverá gerar uma receita anual para a LLX MR da ordem de US$ 190 milhões, segundo o comunicado da LLX. Ainda de acordo com a nota, a assinatura do acordo garante que os investimentos da LLX MR ficarão limitados ao montante já desembolsado com este empreendimento, de US$ 510 milhões (R$ 973,8 milhões).

A Anglo contribuirá com até R$ 1,3 bilhão para o empreendimento.

A LLX MR e a Anglo dividirão igualmente qualquer custo adicional ao investimento total previsto para o projeto, de R$ 2,273 bilhões, para garantir sua plena implementação. Os acordos revisados também asseguram à LLX MR a opção de participar da expansão do terminal de minério de ferro.

Pela opção, caso a LLX MR decida participar na expansão, a Anglo deverá remunerar o investimento por meio do pagamento de uma tarifa por capacidade que garantirá à LLX MR uma taxa de retorno de 15% a.a. ao longo de 25 anos, sujeita a ajustes, não detalhados.